Corpo, mente, saúde…

escrito por Valéria Avallone – Psicanalista e Terapeuta Radiestesista (ver currículo)

Cada vez mais a preocupação com a boa forma, a estética e a saúde está não apenas na moda como também passando a ser prioridade na vida de muita gente.

A melhora na qualidade de vida é sem dúvida alguma, um dos objetivos mais importantes no momento, sendo que para isso, precisamos ir além de uma boa frequência na academia, visitas periódicas à médicos e alimentação saudável.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) tem como definição de saúde: “um estado de completo bem-estar físico, mental e social, em vez da mera ausência de doenças ou enfermidades. “

Consequentemente para alcançarmos esse bem-estar, se torna importante harmonizarmos as várias partes que compõe de fato, a nossa vida.

Embasados nessas afirmações, especialistas recomendam sempre a busca do equilíbrio da saúde física, social, familiar, financeira, profissional, intelectual e espiritual, para que possamos estar plenos.

Passa então, a ser importante observarmos cada parte de nossa vida. Se estamos felizes, se temos paz nas relações familiares e profissionais, se progredimos inclusive financeiramente de forma sustentável, e claro, se nosso corpo e nossa mente estão saudáveis.

Nenhuma das partes pode ser mais importante que o todo. Isso significa dizer que excessos de preocupações com alimentação, com o corpo, ou mesmo com o crescer profissionalmente, por exemplo, indicam provável desiquilíbrio em alguma outra das sete saúdes.

Cada área de nossa vida deve ser tratada sempre sem exageros já que todos os extremos, seja para mais ou para menos, nos afasta do bem-estar.

Uma das saúdes que normalmente não damos tanta atenção no momento é a saúde intelectual ou psíquica. Isso porque, com as urgências da rotina e as necessidades tecnológicas imediatistas, não percebemos que nossa mente precisa de cuidados. Ela comanda todo o funcionamento de nosso corpo, e mais que isso, nosso inconsciente determina praticamente 90% de como reagimos no dia-a-dia.

Para compreender melhor como nossa mente influencia nosso corpo e consequentemente está diretamente ligada à termos ou não qualidade de vida, precisamos perceber a individualidade da história e dos registros psíquicos de cada um de nós.

Todo ser humano é o conjunto de várias necessidades e de histórias de vidas totalmente diferentes uma da outra. Ninguém é igual ao outro, ninguém passou pelo que o outro passou. Temos registros pessoais únicos.

Cada um de nós ao nascer, vai registrando em sua mente e no corpo, todas as experiências vividas, das mais simples como a primeira respiração até as mais complexas como traumas, acidentes, perdas, privações, cobranças, pressões.

Um detalhe importante é que reagimos e interpretamos cada evento em nova vida, dentro do que conseguimos registrar. Com entendimento ou apenas emocionalmente, passamos a armazenar cada experiência vivida independente de nossa vontade. É um processo automático do ser humano.

Quando não percebemos ou não cuidamos dos registros negativos e dolorosos que também vão sendo armazenados em nossa mente ao longo da vida, acabamos somatizando desequilíbrios podendo chegar às doenças, sejam elas emocionais, psíquicas ou físicas.

Sendo a prevenção sempre a melhor opção para alcançarmos a tão desejada qualidade de vida, estarmos atentos ao equilíbrio das sete saúdes, se torna fundamental.

Por esse motivo, nós do Núcleo Vidas Espaço Terapêutico, disponibilizamos profissionais de várias áreas para ajudá-lo tanto com terapias quanto cursos diversos.